Site do XI CBA no ar!

Share

Seguindo o cortejo rumo a Sergipe, Comissão Local divulga principal canal de diálogo com a sociedade civil

Um rio chamado tempo,

Uma casa chamada terra.

Mia Couto

É com a animação e força do povo do Nordeste que a ABA-Agroecologia e a Rede Sergipana de Agroecologia (Resea) anunciam o lançamento do site do XI CBA, que será realizado entre os dias 4 e 7 de novembro de 2019, na Universidade Federal de Sergipe (UFS). Construído por várias mãos, corações e mentes criativas, o site do congresso representa o principal meio de comunicação entre a comissão organizadora do encontro, entendido enquanto um processo que culminará em Sergipe, e a sociedade civil.

Acessando o endereço www.cbagroecologia.org.br, é possível saber um pouco mais sobre cada passinho da preparação do congresso, que esse ano traz o lema “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares”, bem como as orientações para submissões de trabalho, valores de inscrições, processos preparatórios descentralizados nos territórios e muito mais!

Fortalecer os espaços de organização e mobilização social dos diversos sujeitos que constroem a agroecologia enquanto prática, ciência e movimento é um dos princípios que regem a organização do XI CBA. Por isso, o site traz uma novidade que nos apoia no fortalecimento e costura de nossas redes coletivas, o “Tecendo o CBA”, onde serão publicados os potentes registros e memórias dos processos preparatórios pelos territórios de todo esse Brasil.

Espaço de inspiração e troca de conhecimentos e experiências, desejamos acolher a diversidade de iniciativas presentes e enraizadas nas cinco regiões do país! Na página é possível encontrar materiais de apoio para realização de atividades e o endereço para envio das ações de seu território. Vamos juntas e juntos.

Desafios são passos coletivos

Organizar coletivamente um encontro como o CBA é uma caminhada incrível, mas ao mesmo tempo desafiadora. Sonhos coletivos se transformam em passos firmes, traçados em bando, com a força de várias pessoas, núcleos de agroecologia, grupos, instituições e organizações a fim de garantir que cada pessoa participante do encontro seja recebida com o devido acolhimento e que os espaços sejam realizados de maneira produtiva e qualificada.

Com a cabeça voando alto nos sonhos agroecológicos e os pés firmes nessa abençoada terra de prosperidade, seguimos abraçando os desafios e, coletivamente, encontrando maneiras de superá-los com a devida responsabilidade.

#RumoAoCBA #EcologiaDeSaberes #ConstruçãoColetiva #CBANordeste #NEAs #CiênciaMovimentoPrática

  1 COMENTÁRIO
XI CBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiros: