GT Campesinato e Soberania Alimentar

O GT pretende ser um espaço sociopolítico de reflexão, sistematização e disseminação de conhecimentos sobre o protagonismo do campesinato, nas suas diversas expressões, territoriais e culturais, para a Soberania Alimentar.

O GT reconhece o modo de vida camponês, a eficiência dos seus sistemas produtivos e a necessidade da reforma agrária como pilares para a construção da Soberania Alimentar nas esferas local, regional e nacional.

O GT tem os seguintes objetivos:

a) Contribuir para alimentar o debate político e cientifico com os sócios da ABA, através da sistematização e circulação de materiais sobre a temática;

b) Organizar e coordenar eventos (congressos e seminários) promovidos pela ABA e seus parceiros;

c) Participar de mobilizações locais, regionais e nacionais promovidas por instituições e movimentos sociais sobre a temática campesinato e soberania alimentar;

d) Promover, articular intercâmbios culturais e científicos com instituições/organizações nacionais e internacionais;

e) Estimular a produção e coordenação de publicações;

f) Contribuir para dar visibilidade à soberania e a segurança alimentar e nutricional, considerando o papel das mulheres, juventude, povos e comunidades tradicionais;

g) Estimular a construção do conhecimento coletivo e participativo a partir do modo de vida camponês;

h) Promover diálogos com representantes de movimentos sociais camponeses para a luta estratégica por autonomia política e econômica frente ao sistema agro alimentar capitalista.

A coordenação do GT tem a seguinte composição:

Prof. Marcos Antonio Bezerra Figueiredo (UFRPE) <mfigueiredoufrpe@gmail.com>;

prof. Cláudio Ubiratan (UFPE) <birarural@ig.com.br>;

profª Islandia Bezerra (UFPR) <islandia.ufpr@gmail.com>;

Felipe Tenório Jalfim <fjalfim@gmail.com>

 

RSS Em pratos limpos
RSS Campanha Contra os Agrotóxicos
RSS Articulação Nacional de Agroecologia
Tópicos recentes
Sobre a ABA-Agroecologia
Parceiros