programacao-snea

A proposta metodológica do Seminário envolve múltiplos espaços de diálogo e troca de experiências, entre os quais se destacam:

Identificação e sistematização das experiências: de Educação em Agroecologia que vêm sendo construídas no Brasil nos últimos anos, tendo o sistema virtual Agroecologia em Rede, as estratégias da cartografia social, da facilitação gráfica e das sínteses textuais como ferramentas e caminhos de registro e divulgação, elementos integrantes do Projeto de Sistematização de Experiência dos Núcleos de Agroecologia;

Primeiras Palavras: Roda de Conversa inicial inspirada na metodologia de Paulo Freire, antecedida da apresentação das/os participantes, com a presença de um/a educador/a que tratará de questões relacionados ao tema central do Seminário: “Educação em Agroecologia: Resistências e lutas por democracia!”

Rodas de Diálogo: serão espaços que irão acolher os resumos das experiências e serão dedicados à reflexão, compartilhamento e aprofundamento de experiências, desafios e conquistas em temáticas centrais para a Educação em Agroecologia.

A metodologia adotada para a apresentação dos trabalhos selecionados não será no formato de apresentação individual e expositiva, orientada por banners e posters. Os resumos aprovados serão distribuídos nas rodas de diálogo que acontecerão no dia 25 e 26/10 a partir da coordenação de um/a facilitador/a convidado/a, que se encarregará de fazer uma síntese de todas as experiências, de modo a subsidiar e orientar o debate e a reflexão.  Cada Roda de Diálogo reunirá, em média, 10 resumos/experiências. A metodologia do Seminário priorizará a mística e outras linguagens para apresentação dos resumos, das práticas e saberes tecidos pelos diferentes participantes. Dessa forma, é imprescindível que os grupos organizem previamente e tragam elementos místicos, bandeiras, sementes, alimentos, instrumentos musicais, filmes e outras representações expressões das experiências. Para facilitação do espaço serão acionadas diferentes metodologias, como as instalações pedagógicas.

Grupos Temáticos: Serão espaços dedicados ao diálogo com representantes de diferentes grupos, redes e movimentos sociais vinculados à experiências de educação em agroecologia, visando a reflexão e a problematização sobre temas específicos vinculados diretamente à Educação em Agroecologia na atual conjuntura. No dia 26, os participantes irão se subdividir pelos dois Grupos Temáticos que acontecerão simultaneamente (GT 1 e GT 2) e, no dia 27, haverá apenas 1 GT que unificará o debates em torno de uma temática central que é a formação profissional. O papel do facilitadores será estimular o diálogo, acompanhar o trabalho nos grupos,  fazer reflexões articuladas com as sínteses apresentadas pelos grupos e trazer elementos da atualidade para o debate;

Feira: A Feira Agroecológica e Cultural “Sabores e Saberes” será realizada ao longo dos três dias do Seminário. Muito mais do que um espaço de comercialização e geração de renda para diversos grupos camponeses agroecológicos do Rio de Janeiro e de outras regiões, este será um ambiente político e pedagógico que acolherá intervenções culturais, atividades místicas, troca de sementes, atos públicos, apresentações culturais e outras expressões da luta e da resistência daeducação e da agroecologia. O espaço da Feira será um espaço aberto à todos e todas e funcionará das 7 às 14 horas na entrada do Colégio Técnico da UFFRJ e as barracas de alimentação/lanche também estarão abertas durante as atividades culturais noturnas.

Expressões Culturais: Vamos compartilhar saberes e experiências que vêm de todo lugar. Os povos da mata, do campo e da água vem nos ensinar: Educação, agroecologia e cultura não podemos separar! É necessário, através de outras linguagens, também dialogar. A cultura do nosso povo vai florear todos os espaços do encontro. Na feira, no caminho e nas noites culturais. Cada um que vier também pode participar, traga seu instrumento, sua poesia e sobretudo a sua alegria.

programacao-sneacultural

RSS Em pratos limpos
RSS Campanha Contra os Agrotóxicos
RSS Articulação Nacional de Agroecologia
Tópicos recentes
Sobre a ABA-Agroecologia
Parceiros