GT de Educação em Agroecologia da ABA-Agroecologia foi criado em 2009, e conta com a participação de vários associados que também são educadores, estudantes, entre outros.

A ABA vem construindo uma trajetória de reflexão sobre Educação em Agroecologia desde 2005, através dos Seminários Nacionais de Construção do Conhecimento Agroecológico realizados durante os Congressos Brasileiros de Agroecologia (CBA) (Belo Horizonte, 2005; Guarapari, 2007; e Curitiba, 2009), sempre propondo repensar os enfoques teóricos – metodológicos de construção do conhecimento, na pesquisa, no ensino e na extensão. A partir de 2011 começa a refletir mais sistematicamente sobre a Educação Formal, realizando o Seminário “Educação Formal em Agroecologia”, durante o VII CBA, em Fortaleza/CE.

Para manter um espaço permanente de discussão sobre Educação em Agroecologia, em 2013 realizou o I Seminário Nacional de Educação em Agroecologia (SNEA) em Olinda/PE, em parceria com o Núcleo de Agroecologia e Campesinato (NAC), da UFRPE, com o tema “Construindo Princípios e Diretrizes”. Em 2016 realizou o II SNEA, em Seropédica/RJ, em parceria com o Colégio Técnico da UFRRJ e com diversas outras organizações do estado do Rio de Janeiro (universidades, movimentos, grupos e redes), com o tema “Educação em Agroecologia: Resistências e Lutas por Democracia!”.

GT de Educação em Agroecologia tem como objetivos:

  • organizar um grupo de associados da ABA-Agroecologia que tem dialogado e vivenciado sobre o tema da Agroecologia na Educação, nas suas instituições, organizações e espaços de articulação;
  • propor questões e elementos de debate sobre os aspectos teóricos-metodológicos e de promoção do protagonismo dos diversos atores sociais e apoiar as instituições a ampliar o enfoque agroecológico na Educação;
  • articular e identificar iniciativas de experiências de Educação Formal em Agroecologia;
  • participar de espaços de construção de políticas públicas dedicadas ao tema;
  • realizar a organização dos Seminários Nacionais de Educação em Agroecologia em parceria com instituições dedicadas ao tema.

A ABA-Agroecologia parte da suposição de que as experiências de Educação Formal em Agroecologia podem acontecer através de diversas formas e iniciativas e em diferentes níveis educacionais, entre elas, cursos; núcleos de ensino, pesquisa e extensão; grupos de agroecologia; disciplinas; projetos educativos, etc.; vinculados a instituições governamentais (Universidades, Institutos Federais, Escolas Técnicas Estaduais, etc.), não-governamentais (Escolas Familiares Rurais, etc.) e privadas.
Optamos pela estratégia metodológica de animar o diálogo com as políticas públicas dedicadas ao tema e entre as experiências educativas com a participação efetiva dos atores e suas distintas contextualizações. Os espaços privilegiados para que este debate aconteça são os SNEAs e CBAs. Não é papel da ABA se envolver diretamente na estruturação e reconhecimento dos cursos de Agroecologia.

Mais informações em:

Arquivos relacionados:

Educação em Agroecologia

Icon

SNEA Princípios e Diretrizes 355.93 KB 180 downloads

...
Icon

Relatório final do I SNEA 1.87 MB 148 downloads

...
Icon

Seminário Princípios e Diretrizes de Educação em Agroecologia - VIII CBA 372.76 KB 186 downloads

Seminário Princípios e Diretrizes de Educação em Agroecologia – continuando...
Icon

I Forum de Educação em Agroecologia 614.93 KB 198 downloads

...
    Parceiros