2º Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais

Share

O 2º Prêmio BNDES de Boas Práticas para Sistemas Agrícolas Tradicionais foi lançado na quinta-feira, 23 de maio, às 16h, na Marina da Glória, como parte do Green Rio.

O Prêmio BNDES SATs é uma iniciativa do BNDES em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

O objeto da premiação é reconhecer boas práticas de salvaguarda e conservação dinâmica de bens culturais e imateriais associados à agrobiodiversidade e à sociobiodiversidade presentes nos Sistemas Agrícolas Tradicionais no Brasil. Serão consideradas boas práticas as ações que tenham sido bem-sucedidas, tanto na sua execução quanto em seus resultados, e que mereçam divulgação e reconhecimento público.

Os sistemas agrícolas de povos indígenas e comunidades tradicionais são parte importante da dinâmica econômica de diversas regiões do país e sua manutenção está vinculada aos saberes ancestrais dessas populações, patrimônios culturais que guardam modos únicos de preservação da agrobiodiversidade.

Sobre a seleção

Quem pode se candidatar

Podem concorrer ao Prêmio BNDES SATs instituições de direito privado, sem fins lucrativos, com existência mínima de 02 (dois) anos, contados da data de publicação do Edital e comprovada composição ou parceria com as comunidades detentoras dos SATs.

Valor previsto

Serão premiadas até 10 ações de boas práticas de SATs no Brasil já realizadas, ou com etapas concluídas. Os três primeiros colocados receberão o valor bruto de R$ 70 mil, e os demais o valor de R$ 50 mil. 

Inscrições e edital

 As inscrições para o prêmio estarão abertas de 10 de junho a 31 de outubro de 2019. 

Confira o edital e anexos:

Com informações de BNDES: https://www.bndes.gov.br/wps/portal/site/home/onde-atuamos/social/premio-bndes-boas-praticas-sistemas-agricolas-tradicionais

  2 COMENTÁRIOS
Campo e cidade Comida de verdade Redes de Agroecologia
  • Márcia

    Boa tarde. Temos uma experiência com resgate com as sementes tradicionais em algumas aldeias do povo indígena Paresi, MT. Mas quando fizemos a feira de sementes, não tivemos nenhuma instituição proponente, apenas alguns parceiros. Fizemos 3 edições. Mas agora para participar deste edital, precisa ter uma instituição. Agora temos uma instituição como parceira. Será que podemos enviar por ela?
    Obrigada
    Márcia

    • Comunicação ABA-Agroecologia

      Márcia, boa tarde!
      Parabéns pela organização das feiras de sementes.
      É preciso verificar no edital como deve estar inscrita a instituição proponente e qual a relação da instituição parceira que você citou. Talvez seja possível, mas é preciso checar.
      Abraços

  • Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Parceiros: