Carta Sergipana – XI CBA Agroecologia

Share
Comissão Organizadora do XI CBA
Foto: Saulo Coelho/Embrapa

O XI Congresso Brasileiro de Agroecologia reuniu-se entre 04 e 07 de novembro de 2019, na Universidade Federal de Sergipe (UFS), Campus São Cristóvão, para afirmar o seu lema “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares” como uma defesa irrestrita à pesquisa e ao ensino público, gratuito, laico e de qualidade. A Ecologia de Saberes é uma abordagem teórica, metodológica e política que reconhece e coloca em diálogo crítico e permanente os distintos saberes e conhecimentos construídos nas universidades, centros de pesquisas, institutos federais, escolas do campo e das cidades, bem como nas comunidades rurais e urbanas, questionando a lógica colonizadora, eurocêntrica, racista, patriarcal, LGBTQI+fóbica e etnogenocida.

Ao nos posicionarmos em defesa de uma ciência crítica em diálogo com a cultura e a arte popular, afirmamos a necessidade de que as instituições científico-acadêmicas sejam orientadas pela justiça social, que reconheçam e valorizem as vozes e os saberes dos sujeitos historicamente subalternizados, abrindo horizontes para a criação de uma
sociedade estruturada pela justiça cognitiva e epistêmica. Assim, reiteramos que a Agroecologia – como Ciência, Movimento e Prática -, reconhece e constrói saberes e conhecimentos, na luta por uma sociedade justa e igualitária e em diálogo com as práticas cotidianas dos povos do campo, das águas, das florestas e das cidades. Nessa perspectiva, se reafirma como uma das chaves interpretativas que nos desafia a um novo fazer acadêmico/científico.

Leia a Carta Sergipana na íntegra clicando abaixo.

Seguimos tecendo nossa rede colaborativa e solidária!

  0 COMENTÁRIOS
Construção do Conhecimento Quem Somos XI CBA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Parceiros: