Confira a programação do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia

Inspirada na circularidade e sustentação que o formato em Teia traz, metodologia convida congressistas a uma participação ativa

Está no ar a programação do XI CBA. O documento traz as atividades diárias e explica também o processo de construção da metodologia deste edição do congresso, pensada no formato de Teia. A proposta tem como objetivo a interação de diferentes saberes em espaços plurais de diálogo. 

O encontro ocorrerá em Sergipe entre os dias 4 e 7 de novembro de 2019 e o lema desta edição é “Ecologia de Saberes: Ciência, Cultura e Arte na Democratização dos Sistemas Agroalimentares”.

Segundo Paulo Petersen, da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA), a opção pelo lema do XI CBA parte da ideia de que a Agroecologia se constrói a partir da interação entre prática, ciência e movimento e de que as diversas fontes de conhecimento precisam interagir.

“A ecologia é a ciência das interações. Precisamos fazer com que os conhecimentos acadêmicos e populares dialoguem e se alimentem mutuamente, assim como as diferentes disciplinas dentro da academia. Por isso, a importância da ecologia de saberes”, explica Petersen.

Para Fernanda Amorim, coordenadora da Comissão de Metodologia do XI CBA, o Congresso traz forte a marca da construção colaborativa. “O CBA é um grande processo mobilizador da diversidade de sujeitos que constroem a Agroecologia nas universidades e institutos, no campo e na cidade. O Congresso representa também um momento de encontro e de diálogo que alimenta ações e práticas nos diversos territórios de atuação”, destaca. 

Metodologia

A metodologia que inspirou a programação do XI CBA tem como base as proposições da “Pedagogia do Território”, de Raquel Rigotto, e da Pedagogia Griô, de Líllian Pacheco e do Griô Márcio Caires. A partir dessas abordagens, a programação foi organizada no formato de teia. O intuito é aproximar as práticas, exercitando escuta, colheita e partilha de conhecimentos e experiências. O convite é para que todas e todos possam olhar para as diferentes linguagens, territórios e saberes fazendo a costura entre os princípios que permeiam a construção da agroecologia nos diversos espaços e sujeitos.

A culminância do congresso começará com uma mística de encantamento e acolhimento seguida da Conferência de Abertura, onde serão recebidas todas as e os participantes e conferencistas, num chamado ao diálogo diante do lema central – a ecologia de saberes. Os 16 eixos temáticos e questões geradoras serão abordados nos ambientes de Diálogo de Saberes e integrados em dez Conferências Conjuntas, tecendo a Conferência de Despedida. 

A complexidade da programação reflete o desafio coletivo da prática e reflexão da Ecologia de Saberes, da tecelagem dos fios de resistência e da força que conectam os territórios e experiências em todo país.

A programação está disponível abaixo e o convite é para a leitura atenta tanto dos ambientes e suas atividades quanto da metodologia pensada para cada espaço do congresso.

O XI CBA já começou

Encantamento e comunidade. Estes são os fios que têm tecido as ações de construção do XI Congresso Brasileiro de Agroecologia nos territórios. Seja nos encontros de planejamento da Comissão Local, nas atividades e processos preparatórios organizados em instituições de ensino, pesquisa e extensão, nas feiras agroecológicas e praças públicas das cinco regiões do país: o CBA já começou.

Assim, o incentivo é para que os Núcleos de Agroecologia, grupos e coletivos animem ainda mais os processos preparatórios em seus territórios com rodas de conversa, oficinas, mostra de filmes, participação nas feiras agroecológicas e convidem famílias agricultoras a participarem do CBA. O mais importante é dialogar sobre os temas trazidos no lema do congresso e pensar em maneiras coletivas de chegar até Sergipe – como as Caravanas Agroecológicas e Culturais.  

Se possível, marque as redes da ABA-Agroecologia e da Rede Sergipana de Agroecologia para a construção conjunta da memória do XI CBA.

7 comentários

  1. não estou conseguindo me inscrever no evento, as vagas já acabaram?

  2. Por favor, gostaria de saber sobre o modelo de apresentação como será? Em banner, slide, apresentação oral, se for em banner quais as dimenções?

    • Comunicação ABA-Agroecologia
      Comunicação ABA-Agroecologia

      Olá, boa tarde!

      Não haverá um formato específico de apresentação dos trabalhos, exercitando a Ecologia de Saberes, lema de nosso congresso. A Comissão de Metodologia está preparando um informe e, em breve, divulgaremos amplamente em nossas redes.

      Abraços!

  3. Gostaria de saber quando será divulgado os dias das apresentações do trabalhos.

  4. Paz e Bem!! Nossa Associação apresentou um manisfesto pra enviar 4 agricultores para participar do Seminário de Agroecologia como podemos fazer nossa inscrição. pois somos de Valença e estamos qurendo ir mesmo se não for aceito as submissões que enviamos

Deixar uma resposta