Justiça por Lindolfo Kosmaski – Nota de pesar

Agroecologia em luto!

É com muita revolta e clamor de justiça que o Grupo de Trabalho de Juventudes da Associação Brasileira de Agroecologia (ABA) denuncia o assassinato de Lindolfo Kosmaski, jovem de 25 anos, camponês, pesquisador, professor e militante do coletivo LGBT do Movimento dos/as Tabalhadores/as Sem Terra (MST).

Lindolfo foi morto no último sábado, 1° de maio de 2021, na cidade de São João do Triunfo, Paraná, onde morava. Ele foi brutalmente assassinado e os indícios apontam que foi crime de homofobia. Até quando nossos corpos serão violentados? Quantos e quantas mais de nós terão suas vidas tiradas? Não recuaremos! 

Deixemos nossos sentimentos à família,  amigos/as e companheiros/as de luta e exigimos justiça pela vida de Lindolfo!

A semente Lindolfo vive!

Lindolfo : presente, presente, presente!

Lutamos pela valorização da agrobiodiversidade e também pelo respeito à diversidade afetiva sexual e de gênero!

Se Há LGBTfobia, Não Há Agroecologia!

O Patriarcado destrói, o Capitalismo faz guerra. O sangue LGBT também é sangue Sem Terra!

Deixar uma resposta